Controles de Nível

Relés de nível inferior ou superior temporizado

Tipo: DPNM-1 e DPNM-11


Introdução

Os relés de nível inferior ou superior tipos DPNM-1 e DPNM-11 foram desenvolvidos para controle e/ou supervisão automática do nível, através de líquidos condutores de corrente elétrica, não combustíveis ou simplesmente alarmes luminosos e/ou sonoros. Com entrada de alimentação, seletor frontal do tipo de funcionamento, leds para indicação da alimentação e estado dos relés de saída, os relés são montados em caixas plásticas, apresentando alta resistência a choques, vibrações e alta imunidade a ruídos elétricos, além de possuirem um sistema de fácil fixação em trilho DIN ou por parafusos (mediante adaptador opcional para caixa D).

Funcionamento

Um circuito eletrônico compara a corrente que circula entre os eletrodos conectados ao aparelho, com um valor selecionado em seu potenciômetro frontal (0 a 100K). O aparelho comuta seus contatos de saída para a posição de trabalho ou repouso quando o líquido cobrir ou descobrir os eletrodos, conforme função selecionada em seu potenciômetro frontal.

  • Função A (enchimento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre cheio. Quando o líquido condutor descobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado instantaneamente. O relé retornará para o seu estado de repouso quando os eletrodos forem cobertos.
  • Função B (enchimento com retardo no ligamento e desligamento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre cheio. Quando o líquido condutor descobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado após um período de tempo, que deverá ser ajustado em seu potenciômetro frontal. O relé retornará para o seu estado de repouso, quando os eletrodos forem cobertos e após o período de tempo no qual foi ajustado em seu frontal (0,3 a 15 seg.).
  • Função C (enchimento com retardo no ligamento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre cheio. Quando o líquido condutor descobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado após um período de tempo que deverá ser ajustado em seu potenciômetro frontal (0,3 a 15 seg.). O relé retornará para o seu estado de repouso quando os eletrodos forem cobertos.
  • Função D (enchimento com retardo no desligamento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre cheio. Quando o líquido condutor descobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado. O relé retornará para o seu estado de repouso quando os eletrodos forem cobertos e após um período de tempo que deverá ser ajustado em seu potenciômetro frontal (0,3 a 15 seg.). 
  • Função E (esvaziamento com retardo no desligamento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre vazio. Quando o líquido condutor cobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado instantaneamente. O relé retornará para o seu estado de repouso, quando os eletrodos forem descobertos e após um período de tempo que deverá ser ajustado em seu potenciômetro frontal (0,3 a 15 seg.).
  • Função F (esvaziamento com retardo no ligamento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre vazio. Quando o líquido condutor cobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado após um período de tempo que deverá ser ajustado em seu potenciômetro frontal (0,3 a 15 seg.). O relé retornará para o seu estado de repouso instantaneamente, quando os eletrodos forem descobertos.
  • Função G (esvaziamento com retardo no ligamento e desligamento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre vazio. Quando o líquido condutor cobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado após um período de tempo que deverá ser ajustado em seu potenciômetro frontal. O relé retornará para o seu estado de repouso, quando os eletrodos forem descobertos e após o período de tempo no qual foi ajustado em seu frontal (0,3 a 15 seg.)
  • Função H (esvaziamento): controle de nível de um único reservatório, mantendo o mesmo sempre vazio. Quando o líquido condutor cobrir os dois eletrodos condutores (Ei e Es), com relação ao eletrodo de referência (Er), o relé de saída será energizado instantaneamente. O relé retornará para o seu estado de repouso, quando os eletrodos forem descobertos.
  • Função com dois eletrodos: usando o eletrodo de referência (Er) e o eletrodo superior (Es), é possível obter um único ponto de nível, assim, deve-se conectar um jumper entre os bornes do eletrodo inferior (Ei) e superior (Es).

Diagrama(s) de funcionamento

Diagrama(s) de ligação

Dados técnicos

Alimentação (- 15% + 10%)

24 Vcc, 24, 110, 220, 380 Vca (especificar)

Frequência da rede

50 - 60 Hz

Consumo

3 VA (aproximadamente)

Eletrodos

Não acompanham

Tensão nos eletrodos

9 Vca (aparelhos alimentados em Vcc - referência negativa)

Corrente máxima nos eletrodos

± 1 mA

Seleção de funções

Potenciômetro frontal (a – h)

Ajuste do tempo

Potenciômetro frontal (0,3 – 15 seg.)

Ajuste de sensibilidade

Potenciômetro frontal (0 – 100 K?)

Capacidade máxima de saída

DPNM-1: 1 x 5 A, 250 Vca máx. carga resistiva
DPNM-11: 2 x 5 A, 250 Vca máx. carga resistiva

Material dos contatos

AgCdO

Vida útil dos contatos

Mecânica (sem carga): 10.000.000 operações
Elétrica (com carga resistiva): 1.000.000 operações

Temperatura ambiente

De trabalho: 0 a 50 °C
De armazenamento: - 10 a 60 °C

Umidade relativa de trabalho

20 a 90 % sem condensação

Grau de proteção da caixa

IP 51

Grau de proteção nos terminais

IP 20

Capacidade dos terminais

Fio: 2,5 mm²
Cabo: 2,5 mm²
Condutor com terminal: 2,5 mm²
Torque de aperto: 0,4 Nm

Resistência da isolação

> 50 M?/500 V

Fixação

Trilho DIN 35 mm ou parafusos (com acessório opcional para caixa D)

Nota: Distância máxima de instalação entre o relé e os eletrodos deve ser < 200 metros com cabo de 2,5 mm². Distâncias superiores a 200 metros, favor entrar em contato com nossa engenharia de aplicações.

Dimensões (mm)

COMPLETA LINHA DE PRODUTOS A PRONTA ENTREGA.